Listas Música

Peixe de Segunda: 5 bandas brasileiras de mais sucesso no exterior que em casa

Talvez sejam os sons, distantes daqueles culturalmente enraizados em nossas terras.

Dono de um capital cultural incrível, o Brasil é berço de maciços movimentos artísticos, que revelaram nomes em diversas áreas. Do samba de raiz, surgido nas periferias do país, ao cinema premiado internacionalmente, passando pela Tropicália e outras manifestações no entremeio, nossos comportamentos transpuseram barreiras.

Talvez, a música seja nossa principal contribuição para o mundo artístico. Desde as bandas que somos mais familiarizados, àquelas que escolheram se focar no mercado internacional, em busca de um público diferenciado, que no Brasil acaba por ser apenas de nicho.

Focando nesses artistas, trago uma lista dos cinco bandas que fizeram mais sucesso além das nossas fronteiras. Principalmente, por focarem em composições no internacional inglês.

1. CSS

Surgida com o boom da internet, no início dos anos 2000, o Cansei de Ser Sexy, ou CSS, conquistou o público do indie/eletrônico com hits pop chicletes. Depois de estourar na MTV Brasil com o clipe de “Alala”, a banda teve seu público fiel na Europa, para onde se mudou para dar sequência à carreira.

Tiro certo! Emplacando single atrás de single, a banda se manteve sob holofotes e foi presença constante em vários festivais do velho continente.

A música descompromissada deu um ar de autenticidade ao grupo indie, que conseguiu fazer seu som até o topo e segue carreira até hoje, formada inteiramente por meninas, uma vez que Adriano Cintra deixou a banda em 2011.

2. Angra

Uma das principais expoentes do heavy metal brasileiro, Angra com certeza foi das bandas de maior sucesso comercial fora do país. Em seu início, fez participações um tanto quanto questionáveis em programas de TV.

Mas foi um mal necessário. Logo a banda decolou e foi trampolim para grandes nomes da música brasileira. Inclusive, a partir do Angra surgiram outros nomes, como Shaman, que é quase como uma subsidiária da primeira.

Kiko Loureiro, guitarrista e fundador da banda, é hoje, também, guitarrista do Megadeth, um dos principais nomes do thrash metal mundial, sendo integrante do Big Four of Thrash, junto a Slayer, Anthrax e Metallica.

3. Far From Alaska

Mais recente da lista, o som dos nordestinos do Far From Alaska chegou no momento certo, em que bandas de stoner surgem aos montes. Mas, não apenas isso, fazem um som muito bom e conseguem se destacar em seu estado, Rio Grande do Norte, mesmo tocando em inglês.

Em 2017, a banda foi uma das atrações da edição francesa do itinerante Download Festival, dividindo palco com bandas de status internacional, como Slayer e System of a Down.

Cercada de bons instrumentistas, Emmily Barreto lidera muito bem a banda como excelente frontwoman e um vocal poderoso.

4. Krisiun

Um dos grandes nomes do metal extremo brasileiro, o powertrio gaúcho Krisiun é aclamado mundialmente com um som que transita entre o thrash e o death metal, conciso e direto. Tem grande público na Alemanha, onde, inclusive, gravaram alguns de seus álbuns.

Já tendo excursionado pelos quatro cantos do mundo, a banda dividiu palcos com grandes nomes do death metal mundial, como Vader, Morbid Angel e Brujeria. Eles seguem na ativa, e muito bem, com turnês no Brasil e fora, e quase 20 anos de estrada.

5. Sepultura

Sem dúvidas, o maior expoente da música pesada brasileira. Sepultura tem todo um nome para si mesmos, sendo presença frequente em diversos veículos ao redor do mundo entre as bandas e álbuns mais influentes do metal.

O destaque é o álbum Roots (1996), que elevou o patamar da banda, fazendo seu som transitar do thrash para o groove metal, marcou o experimentalismo da banda, que misturou batuques de sons de matrizes africanas ao timbre grave dos instrumentos do metal pesado.

Se tornando um dos principais nomes do gênero, a banda de BH é sempre citada por outros artistas do meio, como Dave Grohl, membros do Metallica e Gojira, como uma de suas principais influências.

Deixamos alguém de fora que não deveria ter ficado? Conta aí!

***

“Peixe de Segunda” é a coluna da Baleia para tratar de temas não convencionais dentro da cultura pop e do universo geek.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s